Nutrição Clínica Biofuncional

  • Carga Horária

    378 horas

  • Coordenação Acadêmica

    Andréa Bittencourt de Santana Teixeira

    Mestre em Ciências

  • Objetivos

    Habilitar o profissional nutricionista na compreensão bioquímica do mecanismo saúde-doença.

  • Programa

    BIOQUÍMICA NUTRICIONAL (18h)

    Estudo bioquímico da célula. Química e metabolismo de macromoléculas: carboidratos, Lipídios, Aminoácidos e Ácidos Nucléicos. Integração e controle de metabolismo. Capacitar o aluno a entender todos os processos fisiológicos e metabólicos envolvidos nos diferentes estados nutricionais do indivíduo.

    FISIOLOGIA (18h)

    Fornecer o conhecimento das características funcionais dos sistemas que compõem o corpo humano, bem como tecer considerações acerca dos diferentes mecanismos homeostáticos de controle e regulação dessas funções, assegurando ao aluno embasamento teórico e prático indispensável à sua formação profissional.

     

    METABOLISMO E DISPONIBILIDADE ENERGÉTICA (18h)

    Estudar as principais vias metabólicas envolvendo a produção de energia e de sua regulação. Permitir o entendimento dos possíveis distúrbios bioquímicos séricos e teciduais e dos aspectos nutricionais e hormonais com base nos conceitos das vias metabólicas entre os tecidos produtores de energia metabólica para a célula

    IMUNOLOGIA, ALERGIAS NO ADULTO E DESTOXIFICAÇÃO (18h)

    Imunidade Humoral, celular, mecanismos fisiopatológicos da resposta alérgica. Prevenção das alergias. Imunodeficiências primárias e secundárias. Abordagem integrada dos processos de desintoxicação: Mecanismos de Desintoxicação. Desintoxicação: celular, hepática, gastrointestinal e renal. Avaliação do perfil oxidativo (determinação dos radicais livres, dosagem de nutrientes e interpretação clínica de resultados de apoio diagnóstico). Disfunção celular e mitocondrial.

     

    AVALIAÇÃO BIOQUÍMICA E CORPORAL (18h)

    Entender todas as etapas da avaliação bioquímica e interpretação de exames laboratoriais para melhor diagnóstico e conduta alimentar. Métodos e técnicas de avaliação do estado nutricional: métodos de abordagem da ingestão dietética e avaliação da informação dietética, medidas bioquímicas e imunológicas, exame clínico, antropometria. índice de prognóstico nutricional.

    PSICOLOGIA COMPORTAMENTAL ALIMENTAR (18h)

    Conhecimentos básicos em psicologia. Interação humana e relações interpessoais. Aspectos interatuantes na relação do nutricionista com o paciente (cliente e família). Instrumentalização do nutricionista para a escuta psicológica na sua prática. Formação da personalidade. Concepções do normal e patológico. Aspectos biopsicossociais envolvidos no comportamento alimentar e nos transtornos alimentares. Implicações dos modelos familiares no desenvolvimento de hábitos alimentares, compulsão. Perdas. Aspectos psicológicos dos transtornos alimentares. Mudanças comportamentais; mudanças de hábitos alimentares: prevenção e enfoques terapêuticos. Aspectos psicológicos do processo saúde/doença e relações interpessoais

     

    FARMACOLOGIA APLICADA À NUTRIÇÃO (18h)

    Mecanismos absortivos das principais classes de drogas empregadas na terapêutica geral, como antiinflamatórios, antibióticos, antiácidos, laxantes, diuréticos, anti-hipertensivos, drogas anticonvulsivantes, entre outras. Conhecer a interação entre tais fármacos e os nutrientes, as quais podem surgir antes ou durante a absorção no trato digestório, durante a distribuição e armazenamento nos tecidos, no processo de biotransformação ou durante a excreção. Interferência do estado nutricional na biodisponibilidade dos fármacos e vice-e-versa.

    MANEJO NUTRICIONAL NO PACIENTE PORTADOR DE DIABETES MELLITUS, OSTEOPOROSE, DCV E DPOC (27h)

    Diabetes Mellitus; Sinais, sintomas e consequências da DM; Elementos críticos que levantam a suspeita de DM; Diagnóstico; Tratamento. Osteoporose: Sinais, sintomas e consequências, estratégia dietoterápica, diagnóstico, tratamento. DCV: conceitos gerais, sinais, sintomas e consequências das doenças cardiovasculares e suas associações à nível metabólico. Estratégia dietoterápica; Diagnóstico; Tratamento. DPOC: Doenças infecto-contagiosas(pneumonias,tuberculose pulmonar),Doenças cronico-restritivas(DPOC); Sinais, sintomas e consequências, dietoterapia, diagnóstico e tratamento.

    MANEJO NUTRICIONAL NO PACIENTE PORTADOR DE HIV E CÂNCER (18h)

    Terapias nutricionais oral, enteral e parenteral nos pacientes oncológicos clínico e cirúrgico. Bases clínicas e cirúrgicas no câncer. Farmacologia aplicada à Nutrição. Terapia nutricional domiciliar. Cuidados paliativos na doença avançada. Metabolismos geral e oncológico. Prática clínica. Definição, formas de contágio, soroconversão, testes diagnósticos, a terapia Antiretroviral de Alta Atividade, a Síndrome da Lipodistrofia Quadro clinico, terapia nutricional, exames Laboratoriais de interesse.

    NUTRIÇÃO E O PACIENTE QUEIMADOS∕ÚLCERA DE DECÚBITO/ TRAUMA E SEPSE (18h)

    Alterações Nutricionais em situações de estresse metabólico: Queimadura, Trauma, sepse e úlcera de decúbito. Quadro clínico, terapia nutricional e exames laboratoriais de interesse.

     

    NUTRIÇÃO E SÍNDROME METABÓLICA, OBESIDADE E CIRURGIA BARIÁTRICA (18h)

    Histórico da prevalência e da definição de Obesidade abrangendo o Período Paleolítico à Idade Contemporânea; Epidemiologia da Obesidade no Brasil e no Mundo; Etiologia e Genética da Obesidade; Status Nutricional; Classificação da Obesidade; Obesidade infantil e sarcopênica; O Tecido Adiposo; O Metabolismo da Obesidade; Sistema Endócrino; Medicamentos na Obesidade; A obesidade e a função pulmonar, a obesidade a artrite e a gota, efeitos da obesidade na função endócrina. Cirurgia bariátrica: Dietoterapia pré, durante e pós cirurgia. Principais alterações metabólicas, necessidade energética, suplementação, tipos de cirurgia, exames laboratorias. A etiologia da Síndrome Metabólica, manifestações clínicas da síndrome metabólica, o efeito da obesidade no sistema cardiovascular, o metabolismo das lipoproteínas na obesidade, a regulação da pressão arterial na obesidade, a obesidade e a diabetes, a obesidade e a função pulmonar, a obesidade a artrite e a gota, efeitos da obesidade na função endócrina.

     

    NUTRIÇÃO NAS DOENÇAS RENAIS, HEPATOPATIAS E PANCREATITE (18h)

    Hepatopatias: doenças, insuficiência e transplante. Esteatose hepática, Esteatose hepática não-alcoolica, cirrose, ascite, hepatites, insuficiência hepática, encefalopatia hepática. Tratamento, terapia nutricional, exames laboratoriais. Pancreatite: Aguda, crônica, alcoólica, manifestações clínicas, exame físico, prognóstico, diagnóstico, tratamento, terapia nutricional, exame laboratorial. Conceituar a insuficiência renal, sua etiologia e fisiopatologia; Aprender sobre os métodos de avaliação nutricional na insuficiência renal; Compreender a terapia nutricional e sua aplicação na insuficiência renal; Definir as recomendações nutricionais na insuficiência renal; Abordar o manejo nutricional da insuficiência renal e suas particularidades nas fases de tratamento.

    NUTRIÇÃO ENTERAL E PARENTERAL (18h)

    Estudo da fisiopatologia e da dietoterapia adequada ao controle e prevenção das doenças crônicas não transmissíveis (DCNT), das doenças metabólicas e inflamatórias do trato gastrintestinal e das doenças em glândulas anexas ao trato gastrintestinal.

     

    DOENÇAS NA INFÂNCIA E DESNUTRIÇÃO (18h)

    Imunizações na infância; plano nacional de saúde. Distúrbios nutricionais e gastrointestinais nas crianças. Distúrbios do crescimento, avaliação das curvas de crescimento. Doenças pulmonares. Infecções respiratórias agudas, cardiopatias congênitas e adquiridas. Doenças degenerativas na criança. Patologia do trato urinário na infância. Desnutrição energético-protéica, sinais e sintomas, alterações metabólicas, dietoterapia, exames laboratoriais.

    DOENÇAS DO APARELHO DIGESTÓRIO E DISBIOSE (18h)

    ingestão, digestão, absorção e eliminação dos alimentos; quais são os tipos de nutrientes e sua importância; doenças e disfunções relacionadas ao sistema digestório e/ou à alimentação, dietoterapia, sinais, sintomas, diagnóstico, tratamento, exames laboratoriais.

    DOENÇAS NEUROLÓGICAS E REUMATOLÓGICAS (18h)

    Consequências: Disfagia (fases), sinais, fraqueza em membros, hemiparesia, hemianopsia, apraxia, confusão mental (demência), neurotransmissores, implicações nutricionais, avaliação nutricional, terapia nutricional, adrenoleucodistrofia, Alzheimer, Parkinson, esclerose amiotrófica lateral, esclerose múltipla, epilepsia (dieta cetogênica), síndrome de guilliain barré, polineuropatia, enxaqueca/cefaleia, lesão de medula. Artrite idiopática juvenil, artrite reumatoide, esclerose sistêmica, espondilite anquilosante, gota, lúpus eritematoso sistêmico, osteoartrite, osteoporose, síndrome antifosfolipíade, síndrome de Sjögren. Sinais, sintomas, tratamento, dietoterapia, exames laboratoriais.

    DOENÇAS HEMATOLÓGICAS E TIPOS DE ANEMIA (18h)

    Hematopoiese, displasias e aplasia, anemias, hemostasia, síndromes hemorrágicas e trombóticas; Hemoterapia, hemograma e carcinogênese. Sinais, sintomas, diagnóstico, terapia nutricional, recomendações nutricionais, exames laboratoriais.

     

    COMPOSTOS BIOATIVOS E SUPLEMENTOS NUTRICIONAIS (18h)

    Prescrição de Suplementos Nutricionais: Legislação, como prescrever, tipos de cápsulas, dosagem, interações. Farmacologia na Nutrição (farmacocinética e farmacodinâmica). Alimentos Funcionais, Definição, Legislação, Prescrição, Nutracêuticos, Compostos Bioativos, Fitoquímicos, Prebióticos, Probióticos, Alimentos c/ propriedades Funcionais.

    NUTRIÇÃO FUNCIONAL, FITOTERAPIA E ESTÉTICA (27h)

    Introdução do estudo de alimentos funcionais. Principais grupos de alimentos funcionais. Desenvolvimento de alimentos funcionais. Legislação. Aplicabilidade Clínica, Ação Fisiológica, Recomendações Nutricionais. Fitoterapia: conceito, histórico, importância, metodologia. Contextualização: clínica, farmacológica, terapêutica e toxicológica. Pesquisa e geração de fármacos de origem vegetal. Interdisciplinaridade com as terapias não convencionais e as medicinas alternativas. Inter-relacionamento da Fitoterapia com a medicina popular, a holística e a antroposófica. A Fitoterapia no atendimento primário à saúde e à melhoria da qualidade de vida. A Política Nacional de Plantas Medicinais e Medicamentos Fitoterápicos. A Fitoterapia como ciência. Entender todas as etapas da avaliação nutricional, desde a anamnese, até a avaliação dietética completa, avaliação física e clínica e interpretação de exames laboratoriais para melhor diagnóstico e conduta alimentar.

     

    ÉTICA LEGISLAÇÃO E METODOLOGIA DA PESQUISA (18h)

    Definição do tema do projeto de pesquisa e sua aplicabilidade. Ética em pesquisa. Citações e referências. Elaboração de projeto de pesquisa. Apresentação do projeto ao Comitê de Ética em Pesquisa; Conceitos, fundamentações e definições utilizados no estudo da ética. Bioética.

  • Certificação

    De acordo com a legislação do MEC em vigor, serão concedidos certificados de Pós-Graduação – Lato Sensu, Especialização ou MBA, dos cursos ministrados pela Universidade Católica de Petrópolis, com o apoio do Instituto de Pesquisa, Educação e Tecnologia, aos alunos que obtiverem aproveitamento mínimo requerido (nota 7), frequência mínima de 75% (setenta e cinco por cento) no curso e tiverem seu trabalho final de curso ( TCC) ou monografia aprovado.

  • Documentação

    • Identidade e CPF (cópia)
    •  Certidão de Nascimento ou Casamento (cópia)
    •  Comprovante de Residência (cópia)
    •  Diploma de Graduação (cópia autenticada)
    •  Histórico Escolar
    •  3 Fotos 3×4
  • Investimento

Unidade24 parcelas
*Mensalidade até o dia 10
Valor da Mensalidade
Rio de JaneiroR$ 351,90R$ 414,00

* Desconto de 15% para pagamento efetuado até o dia 10 de cada mês.
Para pagamento à vista: desconto de 25% no valor total do curso.

Taxa de Inscrição: R$ 90,00